Queda de preços de chips de memória Intel supera previsões

quinta-feira, 6 de março de 2008 10:22 BRT
 

Por Duncan Martell

SANTA CLARA, Califórnia (Reuters) - O presidente-executivo da Intel, Paul Otellini, anunciou na quarta-feira que a empresa havia registrado erosão quase duas vezes superior à esperada nos preços de determinados chips de memória.

Otellini disse que a projeção da Intel de redução nos preços entre o quarto trimestre e o primeiro trimestre, nos chip de memória flash NAND, era de 27 por cento, mas que a queda real havia atingido os 53 por cento.

O resultado da erosão de preços foi "uma margem substancialmente mais baixa para o produto" e reduções no valor contábil dos estoques.

A Intel anunciou na noite de segunda-feira um corte em sua previsão de margem bruta de lucro no primeiro trimestre, mencionando a queda nos preços de certos chips de memória, conhecidos como memória flash NAND e utilizados em celulares e players digitais de música.

Esse segmento do setor de chips está sofrendo devido ao excesso de capacidade de produção, a uma certa desaceleração na demanda dos consumidores e à intensa concorrência de preços entre a Intel, sua parceira de joint venture Micron Technology e fabricantes asiáticos.

A Intel anunciou na segunda-feira que estava prevendo agora uma margem bruta de lucro de 54 por cento no primeiro trimestre, com variação de um ponto para mais ou para menos, ante previsão anterior de 56 por cento com margem de erro de dois pontos percentuais.

Otellini também reafirmou os planos da fabricante de chips para o que ele definiu como um avanço agressivo em um mercado de computadores pessoais --de mesa e laptops-- em rápido crescimento, que custarão a partir de 250 dólares.

"Embora tenhamos ganho eficiência em nossa atividade base, nós pretendemos dedicar mais investimentos ao segmento do qual esperamos que a empresa venha a obter seu crescimento", disse Otellini.   Continuação...