Nokia vê Web como suporte diante de queda de preços de celulares

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007 14:04 BRST
 

Por Tarmo Virki

AMSTERDÃ (Reuters) - A Nokia planeja continuar trabalhando como fabricante de aparelhos, mas está determinada também a reforçar seu setor de serviços via Internet, à medida que os preços dos celulares continuam a cair.

A Nokia divulgou resultados superiores às suas projeções este ano e se beneficiou da alta na demanda dos mercados emergentes, o que resultou em crescimento de 75 por cento no valor de suas ações até agora em 2007.

Mas a empresa finlandesa decepcionou os investidores na terça-feira, prevendo uma margem de lucro operacional de 20 por cento para operações com celulares e serviços móveis, pouco acima dos 19 por cento registrados até agora este ano.

O presidente-executivo da empresa, Olli-Peka Kallasvuo, enfatizou que os esforços da companhia na Internet não alterarão o cerne do grupo finlandês, mas o tornarão uma empresa de hardware com atividades importantes no mercado de serviços.

Carolina Milanesi, analista do Gartner Group, disse que "eles estão continuando a se concentrar nos serviços como alguma coisa que complementará o hardware, no futuro, mas faz completo sentido que se mantenham antes e acima de tudo como fabricantes de equipamentos."

A Nokia anunciou que continuará a investir em serviços de Internet e a construir uma presença nesse mercado.

"Estamos claramente em modo de investimento... e planejamos continuar em modo de investimento em 2008 e 2009", disse Rick Simonson, vice-presidente financeiro da Nokia.

Em outubro, a Nokia fez uma oferta de 8,1 bilhões de dólares pela provedora norte-americana de mapas digitais Navteq, e adquiriu diversas empresas de menor porte.   Continuação...