Cientistas japoneses testam aviões de papel no espaço

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008 12:29 BRST
 

KASHIWA, Japão (Reuters) - Uma espaçonave feita de dobradura de papel cruzando os céus pode parecer uma idéia absurda, mas cientistas japoneses planejam lançar aviões de papel da Estação Espacial Internacional para ver se eles conseguem retornar à Terra.

Nesta quarta-feira, pesquisadores da Universidade de Tóquio testaram pequenos aviões em origami feitos com um papel especial por 30 segundos a uma temperatura de 250 graus Celsius e ventos sete vezes mais rápidos que o som. O avião sobreviveu intacto ao teste em túnel de vento.

A teoria é de que aeronaves de papel, por serem muito mais leves que ônibus espaciais, podem escapar dos piores efeitos da fricção e do calor que naves espaciais muito mais pesadas enfrentam ao retornarem à atmosfera.

"Aviões de papel são extremamente leves, assim eles desaceleram quando o ar está rarefeito e podem descender gradualmente", afirmou Shinji Suzuki, professor de engenharia aeroespacial.

Suzuki afirmou que a tecnologia pode ser usada um dia para aeronaves espaciais não tripuladas.

A equipe pediu que astronautas japoneses lancem os aviões de 20 centímetros, feitos com um papel quimicamente tratado para resistir ao calor e à água, da estação espacial.

Levará muitos meses para que os aviões atinjam a Terra e não há como prever seu ponto de aterrissagem se eles conseguirem superar os efeitos da reentrada, afirmou Suzuki.

"Vai ser a versão espacial das mensagens nas garrafas. Será ótimo se alguém conseguir pegar um", disse ele. "Estamos pensando em escrever mensagens nos aviões dizendo 'se encontrar, por favor nos avise' em alguns idiomas".