TIM vai promover reestruturação para reverter queda no resultado

terça-feira, 6 de maio de 2008 14:09 BRT
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - A TIM Participações contratou uma consultoria para ajudá-la em uma reestruturação que permita aumento da eficiência e corte de custos, diante dos resultados abaixo da expectativa nos três primeiros meses do ano.

A TIM preferiu não divulgar o nome da consultoria, mas, segundo Mario Cesar de Araujo, presidente da operadora, trata-se de "uma empresa de renome". As ações da TIM lideravam as perdas do Ibovespa, recuando às 13h54 mais de 7 por cento.

A companhia encerrou o trimestre passado com um prejuízo mais que cinco vezes maior o registrado no mesmo período de 2007: 107,93 milhões de reais. Além disso, a margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ficou em 17,9 por cento contra 23,4 por cento um ano antes.

A idéia, segundo Araújo, é promover uma revisão em todos os processos "para tornar a empresa mais ágil, otimizar e reduzir custos".

De acordo com o executivo, o foco da reestruturação não é cortar postos de trabalho, "mas essa é uma possibilidade que pode surgir com esse trabalho", destacou.

A TIM também informou que fará uma remodelagem de seus canais de televendas para que se tornem mais seletivos, depois de uma estratégia de forte agressividade adotada desde o segundo semestre de 2007 e que resultou em um aumento da inadimplência.

Segundo Araujo, a companhia quer que as equipes promovam um controle maior do crédito e também sejam preparadas para vender os serviços da chamada convergência, ou seja, além do celular com serviços de voz, também pacotes de dados e acesso à Internet, recursos que a companhia passa a destacar com a terceira geração de telefonia móvel, lançada pela TIM em 16 de abril.

No trimestre encerrado em março, a provisão para devedores duvidosos (PDD) da TIM atingiu 271,7 milhões de reais, equivalente a 9,6 por cento da receita líquida de serviços. A meta da operadora, segundo o presidente, é chegar ao final do ano com um índice médio de PDD de seis por cento da receita de serviços.   Continuação...