AOL comprará Quigo no mais recente grande negócio de publicidade

quarta-feira, 7 de novembro de 2007 18:07 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A AOL anunciou nesta quarta-feira que vai comprar a Quigo, empresa de anúncios pela Internet, para impulsionar a força de anúncios e se tornar mais competitiva com o Google e o Yahoo .

Uma fonte próxima ao assunto disse que o preço da aquisição é de cerca de 340 milhões de dólares. A AOL, uma unidade do grupo Time Warner, não revelou dados financeiros.

O acordo, que criará 100 empregos, marca a mais recente grande aquisição planejada pela AOL como parte de uma reestruturação para transformar a si mesma em uma loja de anúncios online de parada única, disse Randy Falco, presidente executivo da empresa, em entrevista à Reuters.

"Eu espero que isso comece a aumentar o crescimento de 2008", disse ele, referindo-se à expansão do setor de anúncios da AOL, o qual preocupa investidores.

O crescimento dos anúncios caiu 16 por cento no segundo trimestre e 13 por cento no terceiro trimestre, em relação aos 40 por cento anteriores.

Quigo, que assinou um acordo com a Time Inc em junho e tem mais de 500 clientes, é uma empresa de anúncios para Internet que deixa os anunciantes comprarem listagens patrocinadas, como o AdSense do Google, baseado em palavras-chaves e tópicos.

Os anunciantes têm falado dito sobre onde o Google tem colocado anúncios, mas o produto AdSonar da Quigo deixa os seus anunciantes posicionarem publicidade em páginas específicas da Web, incluindo as destacadas por tópicos ou palavras-chaves como "fundos mútuos" ou "saúde e ciência".

O sistema da Quigo também permite que os publicadores controlem a relação com os anunciantes, em vez de entregarem o controle a um intermediário, como faz o Google.

(Por Kenneth Li)