Japoneses criam material elástico condutor de eletricidade

sexta-feira, 8 de agosto de 2008 12:48 BRT
 

Por Julie Steenhuysen

CHICAGO (Reuters) - Cientistas japoneses afirmaram nesta quinta-feira que desenvolveram um material elástico que conduz eletricidade, uma descoberta que pode ser usada para fabricar aparelhos que esticam e expandem.

O material, descrito por Tsuyoshi Sekitani, da Universidade de Tóquio, no jornal Science, pode ser usado em superfícies curvas ou mesmo em partes móveis, afirmaram.

A equipe de Sekitani desenvolveu o material usando nanotubos de carbono, uma longa cadeia de moléculas de carbono que conduz eletricidade.

Eles misturaram à esse matéria polímeros elásticos para formar o material básico. A seguir, ele conectaram um série de pequenos transistores ao material e o colocaram sob teste.

Eles esticaram uma lâmina do material para aproximadamente o dobro do seu tamanho original e a colocaram de volta em seu tamanho, sem prejudicar os transistores ou as propriedades condutoras do material.

O condutor elástico permitirá que circuitos eletrônicos sejam montados em locais que no momento são impossíveis, incluindo "superfícies curvas e partes móveis, como as juntas no braço de um robô", escreveram Sekitani e seu colegas.

Anteriormente nesta semana, uma equipe nos Estados Unidos anunciou o desenvolvimento de um material que permitiu usar materiais eletrônicos padrão para montar o olho de uma câmera eletrônica com base no formato de um olho humano.

Esse dispositivo pode ser a base para o desenvolvimento de um implante ocular artificial.

John Rogers, da Universidade de Illinois, que escreveu sobre a câmera ocular no jornal Nature, afirmou que o desenvolvimento de materiais que podem ser moldados em superfícies curvas possibilitarão o surgimento de uma nova classe de aparelhos eletrônicos que podem ser usados para melhor interagir com o corpo humano, como aparelhos para monitoramento cerebral.