November 9, 2007 / 12:33 PM / 10 years ago

TIM prevê alta de margem de lucro no 4o trimestre

4 Min, DE LEITURA

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - Segunda maior operadora de telefonia móvel do país, a TIM Participações prevê uma recuperação para níveis "normais" da geração de caixa no próximo trimestre.

A companhia divulgou nesta quarta-feira Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 547,28 milhões de reais, queda de 5 por cento sobre o obtido no terceiro trimestre de 2006. A margem Ebitda caiu de 21,1 por cento para 17,3 por cento.

O tombo --ocorrido em um trimestre marcado pelo mês com o maior crescimento do ano na base de celulares do país, agosto, e que viu a líder Vivo reverter prejuízo e elevar Ebitda-- ocorreu por conta de uma falha identificada por um novo sistema de cobrança.

Erro no processamento de contas a receber de vendas parceladas de celulares fez a companhia registrar no trimestre despesa de 118,6 milhões de reais com inadimplência. Se não houvesse isso, a margem Ebitda teria alcançado 22,4 por cento.

Em teleconferência com analistas, o vice-presidente de finanças da operadora, Gian Andrea, informou que os problemas foram resolvidos e que a TIM espera que a margem Ebitda do quarto trimestre fique em cerca de 25 por cento, comparável a 25,5 por cento do ano passado.

Para todo o ano de 2007, a margem esperada é de 23 por cento. No próximo ano, a previsão é de 25 a 28 por cento, e em 2009 ficará em 28 por cento.

Respondendo a uma pergunta sobre o leilão 3G que será promovido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em 18 de dezembro, o presidente da TIM Participações, Mario Cesar Araújo, afirmou que "é claro" que a operadora fará ofertas para obter licença nacional na tecnologia. Na véspera, o presidente da Vivo, Roberto Lima, havia dito o mesmo.

Além disso, Araújo informou que o cenário competitivo do mercado brasileiro torna difícil a entrada de um novo grupo a partir do leilão.

"Não acredito que, com o mercado brasileiro do jeito que é, tão competitivo, com margens ainda não tendo retorno dos investimentos, que virá um novo investidor estrangeiro, como uma nova operadora", disse o executivo a analistas. "Acredito que todas as operadoras (presentes atualmente no país) terão acesso à aquisição de frequências 3G para continuarem operando."

A TIM lançou uma série de serviços convergentes no terceiro trimestre, incluindo um que aproveita sua licença para operação nacional de telefonia em regime fixo.

A companhia investiu no trimestre passado 341 milhões de reais, ante 374,4 milhões de reais um ano antes. A empresa não divulgou previsão de investimento no ano.

A TIM encerrou o trimestre passado com 29,2 milhões de clientes, evolução de 21,1 por cento na comparação com o final de setembro de 2006. A receita média por assinante (Arpu) foi de 34 reais, praticamente estável frente ao registrado um ano antes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below