Grande acionista apoiará Yahoo se oferta for reduzida--jornal

quarta-feira, 9 de abril de 2008 15:59 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Grande acionista do Yahoo, a firma de gestão de ativos Legg Mason está pronta para ajudar a empresa de Internet a se manter independente se a Microsoft reduzir sua oferta de compra, afirmou o Wall Street Journal, citando uma entrevista com o gerente de portfólio Bill Miller.

"O problema é o erro que foi a carta da Microsoft neste fim de semana", disse Miller ao jornal, referindo-se à carta do presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, enviada ao Yahoo dando um prazo de três semanas para avaliação da proposta de compra de 42 bilhões de dólares e ameaçando iniciar uma batalha pelo controle após fim desse período.

"Dizer aos acionistas que você irá retirar algo deles não é algo que se faça para ganhar apoio", disse Miller ao jornal.

O Yahoo reagiu ao ultimato da Microsoft este final de semana, afirmando que ela ainda subvalorizava a empresa e que a ameaça de uma disputa pelo controle não é produtiva. Em carta a Ballmer, o Yahoo colocou que só está aberto a uma oferta melhor.

O apoio de grandes acionistas do Yahoo é vital nesta fase. Miller disse acreditar que a Microsoft acabará pagando o que precisar para comprar o Yahoo e afastou a idéia de que o Yahoo encontrará um acordo alternativo que agrade aos acionistas.

Representantes da Microsoft, Yahoo e Legg Mason não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

(Reportagem de Aarthi Sivaraman)