Sharp, Opera e outras empresas reforçam Symbian Foundation

terça-feira, 9 de setembro de 2008 12:03 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - Sharp, Opera Software, a operadora celular sul-coreana KTF e outras seis empresas aderiram à Symbian Foundation para ter acesso gratuito a seus programas, informou a organização nesta terça-feira.

Desde junho de 2008, 40 companhias se juntaram ao grupo, incluindo todas as grandes fabricantes de celulares, segundo a Symbian. Isso fortalece a entidade frente ao Android, do Google, em uma batalha sobre quem irá dominar o mercado de programas para celulares nos próximos anos.

"Esse passo ajudará a direcionar o próximo nível de inovação necessária a propiciar novas experiências a usuários de telefones móveis", disse Mats Londoff, vice-presidente de tecnologia da Sony Ericsson, em um comunicado inicial em nome dos membros do conselho da entidade.

A Nokia, maior fabricante mundial de telefones celulares, informou em junho que comprará outras ações da fabricante de plataforma para celular britânica Symbian por 410 milhões de dólares e tornar seus programas livres de cobrança de royalties para outros fabricantes de celulares em resposta ao surgimento de novos rivais.

A Nokia contribuirá com ativos da Symbian para a organização sem fins lucrativos Symbian Foundation, na qual se unirá com grandes fabricantes de aparelhos portáteis, operadoras de rede de telecomunicações e fabricantes de chips de comunicação para criar uma plataforma livre.

A empresa espera lançar o primeiro programa unificado da Symbian Foundation no próximo ano e introduzir uma plataforma completamente nova em junho de 2010.

Centenas de companhias expressaram interesse em se unir à fundação, informou a Symbian.