Apple lança iPhone "esperto" e corta preço

segunda-feira, 9 de junho de 2008 18:59 BRT
 

Por Scott Hillis

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Apple revelou nesta segunda-feira a nova geração do iPhone com acesso mais rápido para Internet que funcionará em redes sem fio de terceira geração e será vendido por 199 dólares -- metade do atual nível de preço.

As ações da Apple, após recente ganhos motivados parcialmente pela antecipação do novo iPhone, caiu 2,2 por cento após o presidente-executivo, Steve Jobs, confirmar o lançamento do novo iPhone.

Melhorias no quesito de e-mail para o iPhone deve atrair os usuários de negócios, enquanto a capacidade de funcionar em redes mais rápidas é a chave para a Apple ampliar sua parcela do mercado na Europa e Ásia. "É impressionantemente esperto", disse Jobs, apresentando para a platéia do congresso de desenvolvedores da companhia um dispositivo que reúne aparelho celular, tocador de mídia e um navegador de Internet. O novo iPhone, disponível em branco e preto, carrega páginas da Internet em velocidade 2,8 vezes maior do que o original, disse ele.

Analistas disseram que o iPhone mudará sua parcela do mercado de telefones móveis devido ao preço, serviço focado ao empresariado, e a velocidade.

"Isto muda o jogo para todos fabricantes de smartphones", disse Tim Bajarin, líder da Creative Strategies, se referindo ao preço.

A versão de lançamento do iPhone, com 8 gigabytes de memória, irá custar 199 dólares, frente aos 399 dólares do iPhone da antiga geração com mesma memória. Uma versão do novo iPhone com duas vezes mais memória irá custar 299 dólares. Ambos começarão a ser vendidos em 22 países a partir de 11 de julho. "Isto coloca a Apple lado a lado com outros rivais como a Nokia e RIM,", disse Shannon Cross, da Cross Research, se referindo à Research in Motion Ltd, que produz o aparelho BlackBerry. "O iPhone não é mais um dispositivo caro. Ele tem agora um preço para as massas".

O novo iPhone irá funcionar em rede de terceira geração (3G) de telefonia móvel e inclui capacidade de navegação por satélite, disse Jobs a desenvolvedores em uma conferência em San Francisco, um ano depois de o iPhone original começar a ser vendido.

Um novo serviço, o "MobileMe", irá enviar automaticamente e-mails e outras informações para o iPhone, similar ao software de e-mail do Microsoft . O serviço pago também irá oferecer aplicativos da Internet que pretendem fazer o telefone parecer mais um computador de mesa.

"Isto os coloca claramente em uma posição competitiva na prestação de serviços contra a Google, Microsoft e principalmente a Nokia", disse Ben Wood, diretor de pesquisa da Insight. A Apple vendeu 6 milhões de iPhone, disse Jobs, e analistas disseram que essa área podem eventualmente alcançar o mesmo tamanho dos negócios do computadores Macintosh e iPod.

As ações da Apple fecharam a 181,61 dólares na Nasdaq. Antes da queda desta segunda-feira, a ação subiu mais de 50 por cento nos últimos três meses, principalmente por conta das grandes vendas de iPods e Macs, assim com pela antecipação da expectativa do novo iPhone.