Lucro da Telecom Italia cai 35,4 por cento, pior que esperado

sexta-feira, 9 de maio de 2008 11:38 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A Telecom Italia, quinto maior grupo de telecomunicações da Europa, anunciou nesta sexta-feira que teve uma queda de 35,4 por cento em seu lucro trimestral devido a menores vendas e margens de lucros.

O lucro líquido caiu para 501 milhões de euros (774,5 milhões de dólares), segundo dados divulgados pela empresa. O resultado veio abaixo das expectativas de 512 milhões de euros, de acordo com pesquisa realizada com 16 analistas pela Reuters Estimates.

O que mais contribuiu para o recuo apresentado foi a queda na venda de linhas fixas e margens devido à forte competição na Itália à medida em que empresas como a Fastweb, obtiveram uma grande fatia do setor.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 6,7 por cento, para 2,97 bilhões de euros.

A margem Ebitda, medida chave do lucro, caiu para 40,8 por cento das vendas contra 42 por cento um ano atrás. As vendas caíam 2,4 por cento, para 7,3 bilhões de euros.

Além disso, o prejuízo de sua unidade brasileira, a TIM Participações, foi pior que o esperado, afirmam analistas. A TIM Participações é a maior impulsionadora do crescimento da Telecom Italia.

Contudo, a Telecom Italia confirmou sua meta conforme "o desempenho do mercado doméstico compensa o desaquecimento temporário no crescimento internacional".

A receita com linhas fixas domésticas caiu 6,5 por cento e as vendas domésticas de celulares caíram 5,5 por cento.

Em 7 de março, a Telecom Italia afirmou que tinha meta entre 1 a 2 por cento para o crescimento da receita e Ebitda de 39 por cento sobre as vendas.

No momento a empresa projeta para 2008 vendas em 31 bilhões de euros e margem Ebitda de 38,5 por cento.

(Reportagem de Mathias Wildt)