Linux avança, mas sistema precisa de tempo para se massificar

segunda-feira, 9 de junho de 2008 12:25 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia afirma que espera que o papel do sistema operacional livre Linux em celulares aumente, mas a plataforma ainda precisa de algum tempo para se tornar popular.

O Linux até agora teve pouco sucesso em celulares, mas seu papel está crescendo conforme novos modelos de aparelhos acionados pelo sistema chegam ao mercado. Enquanto isso, o Google deu um voto de confiança à tecnologia ao adotá-la em sua plataforma para celulares Android.

"O Linux, de qualquer distribuidor, não está totalmente maduro para o mercado de massa", disse o vice-presidente-executivo da Nokia, Anssi Vanjoki, à Reuters em entrevista nesta segunda-feira.

O mercado para plataformas de software para celulares é liderado com folga pelo S60, da Nokia, desenvolvido com base no sistema operacional Symbian. Mas a Nokia tem usado o Linux em seus aparelhos portáteis de acesso à Internet, que são parecidos com celulares, mas dedicados ao acesso móvel à Web. "Levar o Symbian 60 adiante nos próximos dois ou três anos é claramente o caminho para levar aparelhos inteligentes para as massas", disse Vanjoki.

O vice-presidente financeiro da Nokia, Rick Simonson, afirmou no mês passado que o papel do Linux é "terrivelmente importante", em uma conferência com investidores, dizendo que a Nokia estava desenvolvendo a próxima geração de produtos baseados no sistema e que eles estão começando a chegar ao mercado.

(Por Sami Torma)