Fabricantes de TVs planas mantêm otimismo sobre preços em 2008

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008 11:52 BRST
 

Por Mayumi Negishi e Marie-France Han

LAS VEGAS (Reuters) - A redução no declínio dos preços e vendas superiores às esperadas no final do ano estão alimentando as esperanças de crescimento dos fabricantes de televisores neste ano, ainda que afirmem que uma desaceleração na economia norte-americana pode prejudicar esse cenário.

Executivos presentes à Consumer Electronics Show, em Las Vegas, a maior feira do setor, demonstraram otimismo unânime quando questionados sobre previsões de preços para o ano que se inicia, mas muitos deles estavam preocupados com a situação econômica.

"Nós vemos ímpeto de vendas e crescimento firme de volume este ano", disse Tom Haga, que comanda as operações norte-americanas da Pioneer, em entrevista. "Mas estamos acompanhando os sinais --bons e ruins-- e nos preparando para surpresas. O ano pode ser assustador."

A Samsung Electronics, maior fabricante mundial de televisores de tela plana, espera que o preço médio de um televisor LCD caia em apenas 20 por cento neste ano, em lugar dos 30 por cento de 2007. Já Pioneer e Hitachi informam antecipar queda entre 15 e 20 por cento nos preços dos televisores de plasma, ante os 20 a 23 por cento de 2007.

A escassez na oferta dos painéis planos levou o setor de televisores de telas planas a conter sua produção no momento.

Um exemplo é a Matsushita Electric Industrial, fabricante da marca Panasonic, que anunciou na terça-feira que não atingiria sua meta de produzir 9 milhões de televisores de tela plana no ano fiscal que se encerrará em março.

A Matsushita planeja assumir o controle sobre uma joint venture que fabrica os painéis, a fim de garantir com mais firmeza seu suprimento de telas LCD.

A alta da demanda nos países em desenvolvimento, especialmente a China, nos meses que antecedem a Olimpíada de Pequim, está reforçando as esperanças dos fabricantes quanto a maiores vendas de modelos um pouco menores.

Nos mercados desenvolvidos, a chave para uma menor queda dos preços é a transição nas preferência dos consumidores para modelos maiores, que custam mais caro e geram mais lucro.