Criador de laptops para pobres cria empresa

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008 17:47 BRST
 

BOSTON (Reuters) - A cientista que desenvolveu um notebook para crianças pobres atualmente produzido e vendido por uma entidade sem fins lucrativos abriu uma empresa para vender a tecnologia do produto com o objetivo de produzir um laptop ao custo de 75 dólares.

Mary Lou Jepsen, que deixou o cargo de vice-presidente de tecnologia da One Laptop per Child Foundation no final do ano passado, disse ao site da instituição que fundou a empresa, chamada de Pixel Qi, e a descreveu como um "braço" do grupo sem fins lucrativos.

Jepsen inventou a tela de baixo custo de baixo consumo de energia enquanto esteve na fundação entre 2005 e 2007. Ela também participou da criação do sistema de gerenciamento de energia do laptop.

A Pixel Qi vai comercializar a tecnologia da tela do notebook, oferecendo-a a fabricantes de laptops, câmeras digitais, celulares e outros dispositivos móveis, disse Jepsen.

A tela de alta resolução inventada por ela permite aos usuários mudarem de colorido para branco e preto conforme a incidência do sol na tela.

A empresa vai trabalhar com proximidade com a fundação, fornecendo os produtos que desenvolver para o grupo sem fins lucrativos a preço de custo, segundo o site da Pixel Qi.

Antes de trabalhar na fundação, Jepsen era vice-presidente de tecnologia da divisão de telas da Intel.

(Por Jim Finkle)