Google deve receber sinal verde para compra da DoubleClick

quarta-feira, 10 de outubro de 2007 15:46 BRT
 

Por Diane Bartz

WASHINGTON (Reuters) - Especialistas em questões de concorrência prevêem que a compra da companhia de publicidade online DoubleClick pelo Google por 3,1 bilhões de dólares será aprovada por autoridades norte-americanas apesar de forte oposição dos rivais Microsoft e Yahoo.

Apesar dos rivais do Google argumentarem que a fusão representa problemas para a competição, especialistas afirmam que a publicidade continua sendo um grande mercado e que a publicidade online é ampla o bastante para a chegada de novos entrantes. Além disso, segundo os especialistas, privacidade não é uma preocupação de autoridades de defesa da concorrência.

O Google armazena dados dos hábitos de navegação dos internautas e usa essas informações para obter receitas com a venda de anúncios. Já a DoubleClick conecta agências de publicidade, anunciantes e sites onde anúncios são publicados.

A agência federal de comércio dos EUA não quis comentar sobre sua análise da operação do Google. A agência começou a revisão em maio e fez um segundo pedido por documentos nesse mesmo mês.

A compra da DoubleClick pelo Google é parte de um processo de rápida consolidação na indústria de publicidade online que inclui a aquisição pela Microsoft da aQuantive, por 6 bilhões de dólares. A aQuantive abriga a maior agência de publicidade online dos EUA

Enquanto isso, o Yahoo comprou a BlueLithium por 300 milhões de dólares e a AOL adquiriu a Tacoda por 275 milhões de dólares, segundo informou uma fonte. Ambas as empresas usam cookies para armazenar hábitos de navegação dos internautas para que anunciantes possam direcionar propagandas mais direcionadas a públicos específicos.

Autoridades norte-americanas já aprovaram esses acordos.