Nokia vê venda de smartphone crescer com burburinho sobre iPhone

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 16:32 BRT
 

Por Taís Fuoco

MANAUS (Reuters) - A Nokia assistiu a um aumento das vendas de smartphones -- misto de celular e computador de mão -- no Brasil entre maio e julho e acredita que o movimento foi propiciado por um "excesso" de informações sobre o iPhone da Apple, além da expectativa gerada pela chegada do aparelho no Brasil.

Segundo Almir Luiz Narcizo, presidente da Nokia no país, "os smartphones eram 4 por cento das vendas totais no Brasil, mas saltaram, em dois meses, para 10 por cento", disse ele, em encontro com jornalistas nesta quinta-feira.

"No caso da Nokia, os modelos premium chegaram a responder por 20 por cento das vendas, um número que nunca tínhamos atingido antes", disse ele.

Na sua avaliação, a grande expectativa gerada pelo lançamento do iPhone, em julho, nos Estados Unidos, seguida pela ansiedade para que o modelo fosse lançado no país voltaram os olhos do consumidor para esse tipo de aparelho.

Dessa forma, o executivo acredita que todos os fabricantes que já tinham modelos considerados como smartphones se beneficiaram do momento.

A Nokia, maior fabricante mundial de celulares do mundo, detinha 32 por cento das vendas de telefones móveis brasileiros em julho, segundo números da AC Nielsen informados por ela nesta quarta-feira.

As operadoras Claro e Vivo já anunciaram acordos para vender o iPhone no país. O lançamento, segundo informações da Vivo, será na última semana deste mês.