Texas Instruments reduz previsões por fraqueza do wireless

segunda-feira, 10 de março de 2008 21:00 BRT
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - A fabricante de chips Texas Instruments reduziu na segunda-feira suas metas de lucro e receita trimestrais, citando o enfraquecimento da demanda por chips de telefones celulares, especialmente de um dos seus clientes, o que derrubou suas ações em 4 por cento.

A Texas Instruments diminuiu as perspectivas por ação para o primeiro trimestre de 0,45 para 0,41 dólar, em relação à meta divulgada em 22 de janeiro, entre 0,43 e 0,49 dólar.

A empresa afirmou que espera agora receita entre 3,21 bilhões e 3,35 bilhões de dólares, em comparação com a meta anterior, entre 3,27 bilhões e 3,55 bilhões de dólares.

Os analistas, em média, esperavam lucro de 0,46 dólar por ação, com receita de 3,4 bilhões de dólares, de acordo com a Reuters Estimates.

As ações da Texas Instruments recuavam 4 por cento, a 28,50 dólares, no pregão eletrônico, após fecharem a 29,65 dólares na bolsa de Nova York.

Apesar de a empresa afirmar ser cedo demais para dizer que a desaceleração da economia resultou nas "revisões significantemente para baixo" na demanda por telefones de terceira geração (3G), com conexões de Internet em alta velocidade, os analistas pareciam convencidos do contrário.

"A incerteza econômica impacta o crescimento do mercado e atinge as vendas de telefones 3G antes dos produtos menos avançados tecnologicamente", disse o analista John Dryden, da Charter Equity Research.

As ações da maior fabricante de celulares do mundo, a Nokia, que vendeu mais de 133 milhões de telefones no quarto trimestre, caíram até 3,5 por cento no pregão eletrônico, para 31,75 dólares. Um representante da Nokia se recusou a fazer comentários.

(Reportagem adicional de Duncan Martell em San Francisco)