Um em cinco empregadores investiga vida de candidatos na Web

quinta-feira, 11 de setembro de 2008 14:04 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Referências escritas podem se tornar coisa do passado entre os executivos de pessoal, já que um em cinco deles diz usar sites de redes sociais para pesquisar sobre candidatos a empregos, e um terço dos quais descartam candidatos com base naquilo que descobrem.

Uma pesquisa do site de empregos online CareerBuilder.com entre 3.169 executivos de pessoal constatou que 22 por cento deles usam perfis em sites de redes sociais para pesquisar sobre candidatos a emprego, ante 11 por cento em 2006.

Outros nove por cento afirmaram que no momento não usam sites de redes sociais como o Facebook ou o MySpace para verificar possíveis candidatos a emprego, mas planejam começar a fazê-lo.

A pesquisa descobriu que 34 por cento dos executivos de pessoal que pesquisam sobre candidatos na Internet descobrem materiais que os fazem excluir candidatos de suas listas de possíveis funcionários.

A principal área de preocupação entre os executivos de pessoal, mencionada por 41 por cento deles como fator de rejeição, é a divulgação de informações sobre o uso de drogas ou bebidas alcoólicas.

A segunda área de preocupação, mencionada por 40 por cento dos entrevistados, envolvia candidatos que exibiam fotografias ou informações inapropriadas em seus perfis.

Outros fatores de preocupação que os sites de redes sociais suscitam se relacionam à baixa capacidade de comunicação, mentir sobre qualificações, declarações discriminatórias em termos de raça, religião ou sexo e uso de apelidos pouco profissionais.

Mas a pesquisa constatou que as visitas dos executivos de pessoal aos sites de redes sociais não eram de todo más: 24% deles responderam ter encontrado conteúdo que os ajudou a solidificar sua decisão de contratar alguém.

Os principais fatores que influenciam decisões de contratação incluem históricos pessoais que confirmem as qualificações mencionadas no pedido de emprego, demonstração de uma boa capacidade de comunicação e manter um site que transmita uma imagem de profissionalismo e uma ampla variedade de interesses.