"Guitar Hero" terá bateria, baixo e microfone

quinta-feira, 12 de junho de 2008 14:42 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Activision está acrescentando bateria, baixo e microfone no popular videogame "Guitar Hero", um movimento para conquistar os fãs do rival "Rock Band", da MTV.

"Guitar Hero World Tour" incluirá a possibilidade para dois grupos de quatro pessoas cada competirem online, assim como possibilitará aos jogadores comporem suas próprias músicas, afirmou a Activision, na terça-feira.

O jogo terá músicas de bandas como Van Halen, The Eagles, Linkin Park e Sublime, com todas as faixas sendo tiradas de originais, diferente dos jogos passados onde muitas músicas eram versões cover.

Previsto para mais para o fim do ano, o jogo marcará uma nova direção para a franquia "Guitar Hero", onde os jogadores apertam botões coloridos em um controle em formato de guitarra para tocar as notas que aparecem na tela.

"Eu acho certamente que isto tira a força do 'Rock Band"', disse Mike Hickley, um analista da Janco Partners. "O que o 'Rock Band' fará agora, acrescentar flauta e banjo?"

A franquia de grande lucros da Activision teve seu primeiro concorrente real em novembro, quando a MTV lançou o "Rock Band", no qual possui bateria e microfone, além da guitarra.

A série "Guitar Hero" já arrecadou mais de 1 bilhão de dólares para a Activision e ajudou a elevar em 72 por cento o valor das ações da empresa nos últimos 12 meses.

Isso se compara a uma performance praticamente estável das ações da principal rival da Activision, a Eletronic Arts, que distribui o "Rock Band" para a MTV.

A Activision não divulgou quanto custará o novo jogo. "Guitar Hero 3", que é vendido acompanhado de um controle-guitarra sem fio, custa 90 dólares. "Rock Band", que vem com uma guitarra, bateria e microfone, é vendido por 170 dólares.

"World Tour" será o terceiro "Guitar Hero" lançado este ano. O game virá para Xbox 360, Wii e PlayStation 3 e 2.