11 de Julho de 2008 / às 21:10 / 9 anos atrás

Teles brasileiras esperam ter iPhone 3G à venda até o Natal

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - Causa de filas e muita ansiedade nos principais mercados mundiais, o iPhone, celular da Apple que começou nesta sexta-feira a ser vendido na terceira geração (3G) da telefonia móvel, vai chegar oficialmente aos brasileiros pelas mãos de pelo menos três grandes operadoras.

A Vivo, por exemplo, vai se beneficiar de um acordo fechado por uma de suas sócias, a Telefónica, c para comercializar o modelo em 16 países da América Latina, conforme divulgação feita no dia 11 de junho.

O produto chega às lojas da maior operadora de celular do país no segundo semestre, mas isso deve significar algo mais próximo do Natal do que do Dia dos Pais, segundo fontes próximas à companhia.

A operadora só pretende comercializar a versão 3G no país, e não incluir o modelo anterior, que já chega às mãos de alguns brasileiros ilegalmente --por meio de um desbloqueio feito por hackers.

A Claro, cuja controladora América Móvil foi a primeira a divulgar acordo com a Apple para a América Latina, no início de maio, informou nesta sexta-feira, através de sua assessoria de imprensa, que a operadora terá o modelo 3G do aparelho no país, mas, por enquanto, disse não ter mais informações sobre a chegada do celular ao Brasil, como datas e preços.

Já a TIM informou estar negociando com a Apple a vinda do produto ao país. Segundo a operadora, o fato de sua controladora Telecom Italia já ter acertado a venda do aparelho em seu país de origem poderá facilitar as negociações.

A companhia acredita que nenhuma operadora do Brasil terá o iPhone à venda antes de outubro, data prevista para que saia a homologação do celular pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Em comunicado à imprensa, a Telecom Italia informou ter vendido mais de 16 mil iPhones nas primeiras horas do dia em suas lojas, dos quais algo como 70 por cento eram do modelo de 16 GB. A outra versão do aparelho tem 8 GB de memória.

A Oi, por sua vez, que espera autorização dos órgãos reguladores para assumir o controle da Brasil Telecom, ainda não tem acertos com a Apple.

Ela informou, através de um comunicado, que “a Oi tem interesse em comercializar o iPhone em suas lojas, desde que o modelo de negócio seja adequado a esta estratégia, que é reflexo de um movimento popular”.

O equipamento começou a ser vendido nos Estados Unidos, Europa e Ásia nesta sexta-feira, com preços a partir de 199 dólares--metade do preço da versão anterior. Na terceira geração, o equipamento ganha acesso rápido à Internet e permite recursos como videochamada, por exemplo.

Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below