Sony e Samsung negociam linha conjunta de produção de LCD

sexta-feira, 11 de julho de 2008 11:37 BRT
 

SEUL (Reuters) - A Samsung Electronics abriu negociações com a Sony para a construção conjunta de uma linha de produção ampliada de painéis para telas de cristal líquido (LCD) que poderia custar entre 3 bilhões e 4 bilhões de dólares, publicou o Korea Times.

A Samsung, maior fabricante de painéis LCD, planeja iniciar a produção da nova linha no próximo ano com o início da produção marcado para terceiro trimestre de 2010, citou uma fonte da indústria ao jornal.

Uma porta-voz da companhia informou que Samsung está revendo sua próxima estratégia de produção de LCD, mas que nenhuma decisão foi tomada. Um representante da Sony em Tóquio não comentou o assunto.

A Samsung e a Sony, que são as duas maiores fabricantes de TVs LCD do mundo, já têm uma operação conjunta na área desde 2005. A Samsung planeja usar os maiores substratos de vidro já utilizados no setor na nova linha de produção, informou o jornal.

O novo padrão de vidros, chamado de 11a geração, será maior que a geração anterior que a Sharp utilizou em uma nova fábrica. A Sony, atenta para assegurar oferta para uma expansão no mercado de TVs planas, deve assumir um terço de participação na fábrica da Sharp, que será completada em 2010.

Instalações maiores são capazes de produzir telas LCD maiores além de ajudarem a reduzir custos.

Mas os fabricantes agora vêem um final para a corrida por linhas de produções maiores uma vez que o mercado para televisores muito grandes é limitado.

A 11a geração será capaz de produzir painéis de 70 polegadas para TVs, mas poucas casas podem abrigar aparelhos de televisão desse tamanho, dizem analistas.