11 de Julho de 2008 / às 13:16 / 9 anos atrás

iPhone 3G coloca Apple no mundo dos videogames

Por John Gaudiosi

<p>Jordon Brown, primeiro comprador do iPhone 3G em Toronto, exibe aparelho. O novo iPhone atraiu uma horda de f&atilde;s &agrave;s lojas da Apple em mais de 20 pa&iacute;ses. Photo by Mark Blinch</p>

RALEIGH (Reuters) - O novo iPhone 3G e a App Store que o acompanha devem colocar a Apple, conhecida por suas inovações tecnológicas, em mais um mercado lucrativo, o dos videogames.

Como a iTunes, a App Store permitirá que usuários criem e baixem facilmente jogos de programadores e distribuidores, oferecendo amostras, resenhas escritas por usuários e até mesmo demos gratuitas de alguns jogos. Já há mais de 175 títulos disponíveis.

Neil Young, presidente do ngmoco, um estúdio que se concentra em desenvolver jogos para o novo iPhone, afirmou que os usuários do iPhone estão dedicando 60 por cento de seu tempo de uso do aparelho a outras atividades que não telefonemas.

“Isso realmente é importante, porque ele deixa de ser apenas um celular. É um player de mídia, um aparelho de Internet, uma câmera e um aparelho de videogame que, coincidentemente, também faz chamadas”, disse ele.

“A Apple está investindo seriamente nos jogos com o iPhone... Observe o tempo que ela dedica aos jogos -isso mostra que eles os consideram como um dos aplicativos primordiais do aparelho.” Young deixou seu posto como diretor do estúdio da Electronic Art em Los Angeles, onde havia colaborado com Steven Spielberg em projetos de jogos como “Boom Box”, para o Nintendo Wii, a fim de concentrar suas atividades na criação de jogos originais para o iPhone, também executáveis em qualquer modelo iPod com tela sensível a toques.

“As coisas que realmente nos entusiasmam são jogos que tiram vantagem não só do acelerômetro (um mecanismo que mede a inclinação) ou da tela de toque do iPhone, mas também a mídia que já existe no aparelho e o fato de que ele esteja equipado com uma câmera e um sistema GPS”, acrescentou.

“Podemos reunir mecanismos de jogos muito avançados com essas novas tecnologias e construir uma experiência que, francamente, ninguém teve até o momento.”

A EA Mobile lançará três títulos de jogos casuais para o iPhone -Tetris, EA Sudoku e Scrabble-, bem como uma versão exclusiva para o iPhone de “Spore”, um jogo que sai em 7 e setembro e permite que os jogadores comandem um organismo unicelular pelo mundo do jogo simplesmente inclinando a tela. Espécies novas podem ser criadas tocando a tela.

Em termos de performance, o iPhone tem a mesma fidelidade visual do PSP, da Sony, e o desempenho de um DS, da Nintendo, segundo Gonzague Vallois, vice-presidente da produtora de videogames Gameloft.

Além disso, os jogos para iPhone não são limitados por restrições de tamanho, que o DS enfrenta com seus cartuchos. A Gameloft tem games tão grandes quanto 100 megabytes, algo ainda inédito para um videogame para ser rodado num celular.

Philippe Laurens, produtor sênior da Gameloft, vislumbra a câmera do iPhone sendo incorporada aos jogos, seja sendo usada pelos jogadores para inserirem seus rostos nos games ou exigindo que o jogador tira uma foto de algo vermelho, por exemplo.

“O legal é que a Apple nos deu um monte de ferramentas divertidas que nos permitem usar coisas como a câmera e o GPS dentro dos jogos”, disse Laurens.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below