YouTube permite que desenvolvedores criem seus próprios YouTubes

quarta-feira, 12 de março de 2008 09:32 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O YouTube está disponibilizando ferramentas que dão a programadores acesso a funções da base de dados do site de vídeos, permitindo que eles montem seus próprios YouTubes.

O site afirmou nesta quarta-feira que está oferecendo acesso em larga escala ao seu acervo de vídeos, audiência global e rede de hospedagem e streaming.

A medida vai significativamente além do atual acesso aos vídeos do site em que qualquer internauta pode inserir um vídeo em sua própria página na Internet.

Segundo o YouTube, esta nova possibilidade de personalização permite que qualquer um monte um site ou programa conectado à Web para fazer uploads de vídeos diretamente no YouTube. Os programas podem buscar arquivos, comentários, respostas ou listas de reprodução a partir do YouTube.

O que o YouTube oferece agora é parecido com o que o Yahoo fez ao abrir os recursos de seu site de compartilhamento de fotos, o Flickr. A abertura do serviço de fotos deu aos desenvolvedores maior acesso a recursos que puderam ser disseminados por outros sites.

Desenvolvedores de sites podem permitir que usuários classifiquem os vídeos ou os adicionem numa lista de favoritos em seus próprios sites. Eles podem ainda personalizar e controlar o programa de reprodução que exibe os vídeos no YouTube em suas páginas.

A expansão do que é conhecido no jargão técnico como APIs, sigla em inglês para Interface de Programação de Aplicativos, permite ainda que programadores criem janelas personalizadas de exibição de vídeo, sem a formatação do site de onde o conteúdo é retirado.

Esses atributos de personalização podem ser usados em conjunção com os APIs existentes lançados no ano passado que oferecem a possibilidade de se assistir vídeos em outros sites e procurar por conteúdo no YouTube.