Faturamento do comércio online no Brasil cresce 49% no 1o tri

segunda-feira, 12 de maio de 2008 16:34 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O comércio pela Internet no Brasil deu mais um salto de crescimento no primeiro trimestre do ano contra o mesmo período do ano passado. De janeiro a março de 2008, o faturamento foi de cerca de 1,84 bilhão de reais, um aumento de 49 por cento sobre os 1,23 bilhão um ano antes, segundo dados apresentados pela e-bit, empresa que monitora o desenvolvimento do setor.

Em relatório divulgado nesta segunda-feira, a e-bit aponta que, apesar do varejo considerar o início do ano como um período fraco, quando as pessoas tendem a ter dívidas a pagar, os números mostram que 2008 deve ser mais um ano de crescimento promissor para esse segmento no país.

"Os números impressionam. O início do ano é, geralmente, uma época pouco produtiva para o varejo... Mas as fortes promoções no começo deste ano, somados à diminuição dos juros e a facilidade de parcelamento no cartão de crédito parecem fazer sucesso junto aos adeptos das lojas virtuais", explicou o diretor-geral da e-bit, Pedro Guasti, no comunicado.

De acordo com o estudo, além do faturamento, o valor médio gasto pelo consumidor na Internet também subiu sobre o primeiro trimestre de 2007. Passou de 295 reais para 319 reais, um aumento de aproximadamente 8 pontos porcentuais.

Assim como nos três primeiros meses do ano anterior, a categoria de produtos mais vendidos foi 'Livros', correspondendo a 21 por cento do comércio. Em segundo lugar vem o setor de 'Informática', com 12 por cento, seguido pela categoria 'Saúde e Beleza', com 9 por cento, segundo levantamento apresentado pela e-bit.

Segundo a empresa, a expectativa do setor é de que o comércio eletrônico movimente cerca de 3,8 bilhões de reais no primeiro semestre de 2008, 45 por cento acima dos 2,6 bilhões de reais movimentados no ano passado.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa; Edição de Taís Fuoco)