ENTREVISTA-Brasil vira 2o maior mercado de celular para LG

sexta-feira, 13 de junho de 2008 07:47 BRT
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil se tornou o segundo maior mercado em venda de celulares por unidades para a sul-coreana LG Electronics, só perdendo para os Estados Unidos. Ainda que a diferença seja grande em relação ao volume vendido aos norte-americanos, as vendas brasileiras crescem a taxas maiores, diante do desaquecimento da economia dos EUA.

O Brasil conquistou essa posição no segundo semestre do ano passado, de acordo com Jang-Hwa Lee, vice-presidente da divisão Mobile da LG para as Américas, e deve manter o posto ao longo de 2008, já que o executivo espera um crescimento de 14 por cento nas vendas da região. Nos EUA as vendas são estáveis, mas, enquanto lá a LG vendeu 35 milhões de celulares em 2007, no Brasil o volume foi em torno de 10 milhões.

A Coréia do Sul, seu país de origem, é o quinto maior mercado em volume para a LG, apesar de ser o terceiro em receitas, de acordo com o executivo.

Apesar de ocupar a quarta posição mundial, segundo números da consultoria Gartner, atrás de Nokia, Samsung e Motorola, a LG afirma ser a terceira na América Latina --onde o ranking teria Nokia e Motorola nas primeiras posições.

No Brasil, de acordo com Alexandre Jesus, diretor de vendas da divisão de celulares para o Brasil, a companhia afirma ter conseguido, neste segundo trimestre do ano, superar a Motorola e figurar como a vice-líder em volume vendido para operadoras e no varejo, atrás da Nokia. "Estamos crescendo com muita intensidade", afirmou ele à Reuters.

Há uma diferença, no entanto, entre o que as fabricantes vendem para as operadoras e as redes varejistas e os volumes efetivamente vendidos ao consumidor final. Por isso, diz Jesus, pode haver diferenças na contabilização de cada fabricante.

Procurada para comentar a informação, a Motorola informou que "lidera o mercado brasileiro em 2008", segundo Sergio Buniac, vice-presidente da companhia no país. Não existem números oficiais sobre participação de mercado em venda de celulares no Brasil.

No mundo, a companhia sul-coreana vendeu 80,5 milhões de celulares em 2007, o equivalente a um aumento de 27 por cento sobre o ano anterior. Neste ano a meta é ultrapassar os 100 milhões de aparelhos. Só nos três primeiros meses de 2008, o salto nas vendas da LG foi de 54 por cento, com a comercialização de 24,4 milhões de modelos.   Continuação...