ENTREVISTA-Palm vê vendas de Centro chegando a 2 mi de unidades

quinta-feira, 12 de junho de 2008 16:58 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Palm afirmou nesta quinta-feira que está a caminho de vender 2 milhões de unidades de seu smartphone Centro, um aparelho mais barato que pode ter sua popularidade desafiada pelo novo iPhone da Apple .

As ações da Palm, fabricante de telefones celulares e computadores portáteis, saltaram 11 por cento depois que a empresa afirmou que o Centro será vendido por uma terceira operadora nos Estados Unidos, a Verizon Wireless, à partir de sexta-feira.

Brodie Keast, vice-presidente sênior de marketing, disse à Reuters que a tela sensível ao toque do Centro e o teclado completo são populares entre os consumidores que estão trocando seus atuais celulares por modelos mas modernos.

Quando perguntado se a empresa espera que o número de Centros chegue a 2 milhões, Keast afirmou: "Estamos confiantes que chegaremos lá em 2008".

Ele disse que 1 milhão de unidades foram fabricadas até o final de março.

O Centro agora será vendido nos Estados Unidos pela Verizon Wireless, Sprint Nextel e AT&T Corp, por cerca de 99 dólares ou menos, dependendo do desconto da operadora. Ele também é vendido através de operadoras internacionais.

A Verizon Wireless é um venture da Verizon Communications e do Vodafone Group .

A Palm terá que brigar para receber a atenção dos consumidores, diante do barulho provocado pelo anúncio do novo modelo de iPhone da Apple, que deve chegar às lojas no próximo mês. A Apple anunciou que seu novo aparelho será vendido a 199 dólares, reduzindo a diferença de preço entre o iPhone e o Centro, afirmou o analista Lawrence Harris, da CL King & Associates, em nota aos clientes.

(Reportagem de Franklin Paul)