Asustek diz que dois terços dos PCs Eee terão Windows XP

quinta-feira, 13 de março de 2008 14:46 BRT
 

TAIPÉ (Reuters) - A Asustek Computer, principal fabricante mundial de placas-mãe para computadores, informou nesta quinta-feira que dois terços dos notebooks de baixo preço da família Eee vendidos este ano terão sistema operacional Windows XP.

A companhia de Taiwan lançou no ano passado um modelo de notebook para crianças com tela de sete polegadas e sistema operacional Linux, com preço de cerca de 200 dólares. Já o modelo mais recente, com Windows, custa entre 390 e 400 dólares.

O presidente do conselho de administração da Asustek,Jonney Shih, afirmou que "cerca de 60 por cento dos Eee terão o Windows XP como sistema operacional", disse ele, em uma coletiva de imprensa.

O modelo de microcomputador garantiu notoriedade à companhia de Taiwan em nível mundial. Shih reiterou a estimativa da companhia de que as vendas, que foram de 300 mil unidades em 2007, atinjam 5 milhões este ano.

O mercado que mais gerou demanda para o produto foi o europeu, seguido da região Ásia Pacífico e China, segundo Lilllian Lin, que comanda a área de marketing da companhia.

Analistas da indústria afirmam que o movimento pode ser benéfico para a empresa de Taiwan e que os preços do Windows em modelos de baixo custo podem ser ainda mais baixos que nos notebooks tradicionais.

"Um Eee com Windows é mais atraente para o consumidor porque as pessoas não estão acostumadas a usar Linux", disse Alvin Kwock, analista do JP Morgan.

Com valor de mercado de cerca de 8,5 bilhões de dólares, a Asustek separou este ano os negócios com marca própria dos contratos de produção sob encomenda para empresas como Apple, Dell, HP e Lenovo.