Internet vive momento de escassez de endereços

quarta-feira, 14 de maio de 2008 14:58 BRT
 

Por Niclas Mika

CAIRO (Reuters) - Os administradores de redes de computadores devem se preparar para uma escassez de endereços tradicionais de Internet em regiões como a África, afirmou a organização africana para registro de endereços numéricos.

Adiel Akplogan, presidente-executivo da AfriNIC, disse que está ciente de que alertas anteriores sobre escassez de endereços de Internet se mostraram prematuros e que correções foram adotadas, mas algumas organizações respeitadas concluíram que, desta vez, as coisas são diferentes.

"O mais otimista dos estudos dispõe que em 2011 teremos exaurido os endereços IPv4", disse ele em entrevista à Reuters durante a conferência ITU Telecom Africa, referindo-se à versão amplamente utilizada do Internet Protocol (IP).

Akplogan --cuja organização está sediada em Cyber City, na ilha africana de Maurício-- disse que os responsáveis por tecnologia precisam pensar no futuro, especialmente em regiões como a África, nas quais investir pesadamente para resolver um problema no último minuto muitas vezes não é opção.

Uma nova versão do IP, IPv6, foi desenvolvida já há algum tempo e pode coexistir durante a transição, disse ele. Assim que os registros de domínios da Internet esgotarem os endereços IPv4, começarão a designar os IPv6.

"Mas continuamos a ver pessoas comprando equipamentos que não estão preparados para o IPv6. E isso não é uma boa idéia", disse ele.

Os endereços IP são o coração da transmissão de dados pela Internet. Por exemplo, uma sequência de números como 172.168.0.1 identifica de forma única um computador, da mesma maneira que um nome e endereço postal identificam o destinatário de uma carta.

Um endereço na Web como o "www.reuters.com" é vinculado, de maneira invisível ao internauta, a um endereço IP que conecta o usuário ao servidor onde estão os dados do site.   Continuação...