VeriSign quer vender ativos para se dedicar a domínios da Web

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 15:22 BRST
 

Por Franklin Paul

NOVA YORK (Reuters) - A VeriSign, que produz sistemas que direcionam o tráfego de dados da Internet, planeja abandonar diversos segmentos de atividade e se concentrar em seus serviços de registros de nomes de domínio e segurança na Web, anunciou a empresa na quarta-feira.

As ações da companhia chegaram a cair mais de três por cento depois que ela anunciou que entre as divisões que pretende se desfazer estão as unidades de comunicações, cobrança e comércio. Quando a reformulação de estratégia estiver concluída, a empresa prevê que o crescimento de receita, margens de lucro e lucro líquido "serão mais altos".

A VeriSign não anunciou um cronograma para os desinvestimentos, os custos do plano ou o número de funcionários que serão afetados.

"Nossa empresa conhece mais sobre a infra-estrutura da Internet do que qualquer outra. Ajudamos a projetar a Internet moderna --essa é a nossa competência essencial. Vamos nos concentrar nisso", disse o presidente-executivo do grupo, Bill Roper, em uma reunião com analistas transmitida pela Web.

A VeriSign produz e opera um componente essencial da infra-estrutura que faz com que a Internet funcione: comutadores que direcionam cada porção de tráfego aos sites cujos endereços são encerrados por ".com" ou ".net". A empresa também administra o licenciamento desses endereços.

A cada vez que um internauta visita um site, ele primeiro passa por um servidor da VeriSign, que o encaminha ao seu destino final.

O sistema também opera com outros tipos de intercâmbio de informação na rede, entre as quais fluxos gerados em computadores ou chamadas telefônicas.

A VeriSign anunciou que se concentrará na ampliação de suas operações de segurança na Internet, tais como a proteção de identidades e os servidores de autenticação.   Continuação...