Japonesa Willcom lança 1o celular com chip Atom da Intel

segunda-feira, 14 de abril de 2008 10:47 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A fabricante japonesa de telefones Willcom apresentou os primeiros celulares do mundo com microprocessadores Centrino Atom, da Intel, em sua nova empreitada para obter novos usuários num mercado saturado.

A Willcom, que possuía 4 por cento do mercado de telefonia móvel do Japão até o fim de março, afirmou que planeja atrair entre 50 e 100 mil novos usuários com seu telefone D4, que executa o sistema operacional Windows Vista, da Microsoft .

Cerceada num mercado dominado pelas operadoras NTT DoCoMo e KDDI Corp, a Willcom tem se focado em aparelhos com tecnologia de ponta, mais caros, e com atributos parecidos com computadores, visando usuários corporativos.

A empresa vendeu nos últimos três anos entre 150 mil e 200 mil celulares inteligentes (smartphones). A base de usuários da Willcom era de 4,6 milhões até o final de março.

O novo celular da empresa, que apresenta uma touchpad (área sensível a toque para controle do cursor) feita pela Sharp, deve chegar ao mercado em meados de junho custando 128,6 mil ienes (1,272 mil dólares).

No início deste mês, a Intel lançou os chips Centrino Atom com recursos gráficos integrados. A empresa norte-americana tem como objetivo equipar aparelhos portáteis com funções similares aos recursos de um PC, mas que não drenam num instante a bateria dos dispositivos.

 
<p>O modelo D4, que vem com Windows Vista e tela sens&iacute;vel ao toque. A fabricante japonesa de telefones Willcom apresentou os primeiros celulares do mundo com microprocessadores Centrino Atom, da Intel, em sua nova empreitada para obter novos usu&aacute;rios num mercado saturado. Foto e divulga&ccedil;&atilde;o. Photo by $Byline$</p>