Telefónica tem lucro líquido 22% maior no 1o tri

quarta-feira, 14 de maio de 2008 12:17 BRT
 

Por Jane Barrett

MADRI (Reuters) - A Telefónica divulgou nesta quarta-feira aumento de 22,4 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre, para 1,54 bilhão de euros (2,38 bilhões de dólares). O resultado ficou em linha com as expectativas e a empresa reiterou metas para o ano.

O lucro antes de depreciação e amortização, principal medida de lucro operacional da Telefónica, subiu 5,3 por cento, para 5,38 bilhões de euros, enquanto as receitas avançaram 1,1 por cento, para 13,9 bilhões, atingidas pela venda de duas unidades européias no ano passado.

Uma pesquisa da Reuters com nove analistas previu que o maior grupo de telecomunicações da zona do euro teria lucro líquido médio de 1,54 bilhão de euros sobre receitas de 13,89 bilhões.

Analistas têm se preocupado com uma desaceleração econômica na Espanha, que é responsável por 40 por cento do lucro principal da Telefónica, porém, as receitas domésticas cresceram 1,9 por cento graças a forte desempenho em telefonia celular e Internet.

A América Latina continua a puxar para cima o lucro da Telefónica, com vendas 10,1 por cento maiores, ou 12,6 por cento se for excluído o fortalecimento do euro.

A Telefónica adicionou a sua base latino-americana 3,1 milhões de usuários de celular nos primeiros três meses do ano, num total de 103,7 milhões. A base é menor que a da rival mexicana América Móvil, que possui 159 milhões de clientes e adicionou no período 5,7 milhões de usuários.

Na Europa, onde a unidade O2 está enfrentando dura competição na Inglaterra, Irlanda e Alemanha, o faturamento caiu 1,7 por cento, atingido pela venda da Airwave e da Endemol em meados de 2007. Sem essas vendas, as receitas teriam subido 6,4 por cento.

No mundo, a base de clientes do grupo cresceu 12,7 por cento, para 230,6 milhões.