Craigslist processa eBay alegando plano de espionagem

quarta-feira, 14 de maio de 2008 16:33 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO (Reuters) - A líder do segmento de classificados online nos Estados Unidos, a Craigslist.com, abriu um processo na terça-feira contra o eBay, alegando que este usou sua parte minoritária na Craigslist para roubar segredos corporativos.

Em processo aberto no tribunal de San Francisco, Califórnia, a Craigslist contestou as alegações de um processo aberto pelo eBay em abril que acusa a Craigslist de discriminar o eBay como acionista.

O processo aberto pelo eBay acusava a Craigslist de realizar "reuniões clandestinas" para diluir a participação de 28,4 por cento do eBay na Craigslist para 24,85 por cento, ou menos de um quarto da empresa. Além de alegações de competição ilegal e negócios fraudulentos, o contra-processo acusa o eBay de violação de direito autoral e uso indevido de propagandas no Google para executar anúncios para o site rival Kijiji parecendo serem propagandas da Craigslist.

O processo pede que o eBay devolva todas as ações da Craigslists detidas pelo eBay ou para que o tribunal exija que o eBay desista de suas ações do Craigslist.

O processo pede que o eBay devolva os lucros atrelados aos negócio e por danos punitivos.

A porta-voz do eBay Kim Rubey respondeu ao processo do Craigslist contra o eBay afirmando: "Lamentamos que a Craigslist tenha se sentido forçada a utilizar de alegações infundadas com o intuito de desviar a atenção das medias do conselho da Craigslist que injustamente diluíram nossa participação minoritária".

O ebay, líder mundial em leilões e pagamento de serviços online, comprou participação minoritária na Craigslist há cerca de quatro ano como parte de sua estratégia de comprar serviços classificados de anúncios tanto nos Estados Unidos quando na Europa.

A Craigslist alega que o eBay usou sua posição minoritária como acionista e posição no conselho para pressionar a Craigslist num acordo total de aquisição pelo eBay.

Ela também alega que o eBay usou de sua posição no conselho para pressionar a empresa com o intuito de obter detalhes chave de seus planos de expansão e desempenho operacional.

A Craigslist tem até segunda-feira para responder ao processo original do eBay que procura proteger seus direitos de acionista minoritário.