Vodafone exige 670 mi de euros da Telefónica por danos

segunda-feira, 15 de setembro de 2008 15:25 BRT
 

MADRI (Reuters) - A filial espanhola da Vodafone informou na segunda-feira que exige da Telefónica 670 milhões de euros (938,9 milhões de dólares) como compensação por suposto abuso se sua posição dominante na Espanha.

Um porta-voz da Vodafone na Espanha confirmou informações neste sentido publicadas pelo jornal El País, e ainda reforçou que os casos que são investigados pela Justiça de Madri ocorreram entre 1995 e 1999 e prejudicaram a operadora móvel Airtel, que foi adquirida posteriormente pela Vodafone.

"É um longo processo, mas foi reativado neste verão (do hemisfério norte), depois de um tribunal de instância superior ter declarado o juizado madrilenho competente", disse o porta-voz.

Ele acrescentou que, a pedido da Vodafone, a consultoria internacional Nera preparou um relatório sobre os supostos prejuízos que a Airtel sofreu em meados dos anos 1990 e quantificou os danos em 670 milhões de euros.

A Telefónica não estava disponível imediatamente para comentar essas informações.

(Reportagem de Robet Hetz)