Brasil adiciona 2,1 mi novos assinantes de celular em julho

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 14:55 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Mesmo sem datas especiais no comércio, o segmento de celular se manteve aquecido em julho, segundo dados preliminares divulgados pelas operadoras à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e informados nesta sexta-feira.

De acordo com o balanço, o Brasil adicionou 2,1 milhões de novos usuários de celular no mês passado, o que leva o total de assinantes do país a 135,29 milhões de pessoas.

O número de novos usuários é 13,5 por cento maior que as adições registradas em julho de 2007, de 1,85 milhão. Já o total acumulado representa alta de 24,7 por cento sobre os sete primeiros meses do ano passado.

Nesta quinta-feira, em encontro com a imprensa, o diretor de telecomunicações da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Paulo Castello Branco, afirmou que a entidade prevê que a indústria produza 81 milhões de aparelhos celulares este ano.

O número é 19 por cento superior aos cerca de 68 milhões de aparelhos fabricados localmente no ano passado, mas inclui os exportados e aqueles que atendem ao cliente que só quer trocar de modelo, e não adquirir uma linha nova.

Para Eduardo Tude, presidente da consultoria especializada Teleco, "a tendência de crescimento muito forte no ano se confirmou".

Segundo ele, "poderia haver uma expectativa de que, na comparação com o ano passado, não se ver mais aumento das adições líquidas porque o segundo trimestre de 2007 já foi de forte crescimento" (enquanto os três primeiros meses foram muito fracos), mas o que se viu foi que o número continuou superando o mesmo mês do ano anterior.

"Isso mostra que o ritmo vai continuar acelerado", disse Tude. Segundo ele, como o Brasil já acrescentou 26,8 milhões de novos assinantes nos últimos 12 meses até julho, e o segundo semestre é tradicionalmente mais aquecido, deve-se esperar que em todo o ano de 2008 sejam adicionados 28 milhões de linhas móveis, ante as 21 milhões de 2007.

(Por Taís Fuoco)