No setor móvel, Yahoo daria forte ajuda à Microsoft

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 11:42 BRST
 

Por Georgina Prodhan

BARCELONA (Reuters) - A proposta de tomada de controle do Yahoo pela Microsoft tornaria a empresa imediatamente mais visível no mercado de serviços móveis de Internet, ao somar a série de serviços do Yahoo para dispositivos portáteis à divisão de Web móvel da Microsoft, cujo foco recente é promover seu sistema operacional.

O Yahoo se preparou no ano passado para se posicionar diante da esperada explosão no uso de Internet via celular, desenvolvendo ferramentas eficazes de busca, redes sociais e email para aparelhos móveis, que atraíram a atenção das grandes empresas do setor.

A estratégia provavelmente vai se pagar em termos de receitas de publicidade no setor móvel no médio e longo prazos --algo que deve ocorrer muito tarde diante da oferta não solicitada de 42 bilhões de dólares que a Microsoft apresentou para a aquisição do Yahoo, rejeitada pela empresa como baixa demais.

A Microsoft está tentando reproduzir seu sucesso no mercado de computadores pessoais com um sistema operacional para celulares, o Windows Mobile.

Mas o software está presente em apenas uma pequena proporção dos chamados celulares inteligentes --aparelhos com funções semelhantes às dos computadores-- e os usuários de telefonia móvel estão se concentrando mais e mais em serviços online a que possam ter acesso, em lugar de contarem com aplicativos que precisam ser baixados em seus aparelhos.

O serviço MSN Mobile, da Microsoft, que oferece acesso ao popular serviço de mensagens instantâneas da empresa bem como a serviços de email, busca e notícias, poderia se beneficiar da competência do Yahoo nessa área, ainda que as táticas pesadas da empresa possam perturbar os relacionamentos construídos pelo Yahoo com as operadoras de telefonia móvel.

A Microsoft sinalizou uma mudança em sua estratégia para os serviços móveis no World Mobile Congress, em Barcelona, esta semana, ao anunciar a aquisição da produtora de software Danger --pouco antes de anunciar que o presidente de sua divisão móvel deixaria o grupo e passaria a trabalhar para o Vodafone Group .

"Existe claramente uma renovação acontecendo na Microsoft Mobile", disse Ben Wood, da CCS Insight, citando aliança da Microsoft com a Sony Ericsson, também anunciada no evento.   Continuação...