Órgão da ONU pede número de telefone global para ajudar crianças

segunda-feira, 16 de junho de 2008 14:40 BRT
 

GENEBRA (Reuters) - A agência de telecomunicações da Organização das Nações Unidas (ONU) pediu na segunda-feira a todos os países que adotem um único número de telefone --116.111-- para que as crianças liguem quando precisarem de ajuda urgente.

O pedido foi feito pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) e pela Linha de Ajuda a Crianças Internacional (CHI, na sigla em inglês) grupo não-governamental que representa os órgãos que oferecem serviços em diferentes partes do mundo.

"As linhas de ajuda a crianças garantem a vida a crianças vulneráveis em vários países... Ter um número único que funcione em todo lugar vai beneficiar as crianças necessitadas no mundo inteiro", disse o diretor da UIT, Malcolm Johnson.

A CHI diz que as últimas estatísticas disponíveis, de 2005 e 2006, mostram que crianças e jovens fazem mais de 10,5 milhões de ligações todo ano para este tipo de serviço, procurando ajuda, conselhos e intervenção em emergências.

A UIT disse que um número de telefone facilmente memorizável e gratuito, disponível para qualquer telefone em qualquer parte do mundo, poderia garantir que as crianças obtenham a ajuda de que precisam.

O órgão pediu a todos os governos que considerem reservar o número 116.111 para as organizações de ajuda a crianças ou, onde esses serviços inexistem, reservar o número para o futuro.

Os países que já têm linhas de ajuda também deveriam considerar unificá-las para o número universal, disse a UIT.

O número já é usado na República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, Grécia, Hungria, Portugal e Suécia, segundo a agência.