Negociações entre AOL, Microsoft e Yahoo esquentam, diz fonte

quarta-feira, 16 de julho de 2008 12:03 BRT
 

Por Kenneth Li

NOVA YORK (Reuters) - As discussões da Time Warner para fundir ou vender sua divisão de Internet America Online à Microsoft ou Yahoo assumiram urgência renovada, antes da assembléia geral de acionistas do Yahoo, marcada para 1o de agosto, disse à Reuters uma fonte familiarizada com as discussões.

A estrutura de qualquer acordo não ficou imediatamente clara, ainda que uma combinação entre qualquer dessas partes deve gerar mudança radical na paisagem da publicidade na Internet.

Fontes tinham informado anteriormente que um acordo com o Yahoo provavelmente envolveria fusão entre a America Online e o Yahoo; a Time Warner ficaria com participação minoritária na empresa combinada. Um acordo com a Microsoft provavelmente envolveria a venda da America Online, disseram as fontes.

Time Warner e Microsoft se recusaram a comentar. Representantes do Yahoo não foram localizados de imediato.

As negociações com a Time Warner surgiram depois do colapso da tentativa de aquisição do Yahoo pela Microsoft, que retirou em maio sua oferta de 47,5 bilhões de dólares. Desde então, as duas empresas estão envolvidas em uma guerra verbal pública.

As discussões com a Time Warner se aceleraram porque tanto Yahoo quanto Microsoft consideram a America Online como potencialmente benéfica para reforçar suas posições no mercado de Internet, dominado pelo Google.

A America Online planeja estabelecer como operação separada suas atividades de conexão discada com a Internet, e seu foco vem sendo criar um sistema unificado de publicidade online, nos últimos dois anos.

O interesse do Yahoo pela America Online tem por objetivo demonstrar aos acionistas que a empresa pode crescer sem a Microsoft.   Continuação...