Apple reduz preço de músicas sem sistema contra pirataria

quarta-feira, 17 de outubro de 2007 11:34 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A loja de música da Apple, iTunes, reduziu o preço de faixas sem proteção contra cópias não autorizadas de 1,29 dólar para 0,99 dólar, deixando o valor no mesmo nível de canções que possuem sistema contra pirataria.

A iTunes começou a vender músicas e álbuns sem proteção contra cópias em maio, em um serviço chamado iTunes Plus. O primeiro grande parceiro da empreitada foi a gravadora EMI Group.

A Apple afirma que está adicionando ao catálogo da loja online mais de 2 milhões de faixas de gravadoras independentes, além das canções disponibilizadas pela EMI.

Apesar do fundador da Apple, Steve Jobs, esperar que a iTunes seria capaz de liderar a campanha para incentivar o fim do uso da tecnologia de proteção contra cópias, ela não conseguiu ainda assegurar contrato com a Universal Music Group, a maior gravadora do mundo.

A Universal em vez disso, afirmou em agosto que vai aliar-se a grandes varejistas como Wal-Mart e Amazon.com para vender músicas sem a tecnologia de proteção, conhecida como DRM. O Wall-Mart vende canções sem DRM por 94 centavos de dólar.

Executivos da Universal estão preocupados com o domínio da Apple no mercado de música digital e vêem a situação como entrave ao crescimento do setor. A Apple tem participação de 70 por cento no segmento.