Fevereiro termina com 124,12 milhões de linhas celulares no país

terça-feira, 18 de março de 2008 11:07 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A base de telefonia celular do país cresceu 1,02 por cento em fevereiro na comparação com janeiro, segundo dados preliminares disponibilizados pelas operadoras à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo os dados, o número de linhas celulares ativas no Brasil em fevereiro somou cerca de 124,12 milhões contra 122,86 milhões em janeiro. Na comparação com fevereiro de 2007, o crescimento foi de 22,7 por cento, avançando um pouco sobre a variação verificada em janeiro contra janeiro do ano passado.

Relatório do Goldman Sachs sobre o mercado de telefonia latino-americano indica que "2008 será um ano duro para as operadoras celulares" do Brasil.

No ano já foram adicionadas à base brasileira cerca de 3,12 milhões de linhas celulares.

Para analistas do Morgan Stanley, "o forte crescimento visto até agora em 2008 é devido, pelo menos em parte, à prática de venda de múltiplos cartões SIM por assinante, o que artificialmente infla o número de assinantes e adições líquidas".

"Como resultado, acreditamos que o crescimento de receitas e de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) não acompanharão o crescimento de assinantes", acrescentam os analistas do banco.

A agência deve divulgar nos próximos dias os dados consolidados incluindo a participação de mercado das operadoras.