Outubro mantém tendência de expansão do mercado celular no país

segunda-feira, 19 de novembro de 2007 11:28 BRST
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado brasileiro de telefonia celular manteve trajetória de aquecimento em outubro, registrando cerca de 1,94 milhão de novas linhas celulares vendidas, mostram dados preliminares da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com os números, o mês passado foi o melhor outubro desde o início das medições da agência em 1999. Até então, o melhor outubro havia ocorrido em 2005, com adição de 1,24 milhão de linhas no mês.

A base total de linhas celulares em operação até o fim do mês passado somou 114.690.304, avançando 1,7 por cento na comparação com setembro. Até agora, o melhor mês do ano para o setor segue sendo agosto, com adições de 2,41 milhões de linhas, à frente das 2,21 milhões de maio.

Na comparação com outubro do ano passado, quando a base brasileira ainda não havia chegado à marca dos 100 milhões de celulares, o mercado cresceu 18,67 por cento.

No início do mês, o presidente da Vivo, Roberto Lima, afirmou que o mercado brasileiro neste quarto trimestre está aquecido e que o setor pode ter que conceder subsídios maiores na venda de aparelhos por conta da preferência dos usuários por modelos mais avançados e intensificação da competição.

Segundo o site especializado Teleco, o Brasil pode encerrar o ano com cerca de 120 milhões de linhas celulares em operação, crescimento de 20 por cento sobre 2006.

A Anatel deve divulgar nos próximos dias os dados consolidados com a participação de mercado das operadoras.