Empresa de hacker "DVD Jon" permite cópia de arquivos do iTunes

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008 15:01 BRT
 

CHAMONIX, França (Reuters) - Uma empresa iniciante fundada pelo famoso hacker norueguês "DVD Jon" lançou na terça-feira um serviço que permite a usuários copiar e utilizar canções da loja online da Apple iTunes em muitos players de música não fabricados pela empresa.

O serviço da nova companhia, chamada doubleTwist, facilitará a usuários a troca de arquivos de áudio, fotos e vídeos, criados por eles ou produzidos profissionalmente, por meio de computadores, certos dispositivos móveis ou pelo console portátil PSP, da Sony.

Além da troca de arquivos de mídia entre computadores, o serviço doubleTwist permite aos usuários transferir arquivos de mídia existentes em seus computadores a aparelhos móveis, por meio de um sistema simples que envolve arrastar o arquivo para uma pasta que envia cópias dos arquivos pela Web aos aparelhos.

O software permite inicialmente a transferência de arquivos ao PSP, celulares série N da Nokia, às linhas Walkman e Cybershot de celulares da Sony Ericsson e para celulares inteligentes equipados com o sistema operacional Windows Mobile, como o Palm Treo e os modelos da HTC .

Os usuários poderão definir que arquivos de mídia desejam compartilhar com que amigos. O software da doubleTwist converte mídia armazenada em um dado formato a tipos de aquivos usados em outros aparelhos, o que torna possível criar listas de execução comuns que reproduziriam canções da iTunes em aparelhos que não sejam da Apple, de acordo com a empresa.

O truque utilizado pela doubleTwist para abrir os formatos protegidos contra cópia é executar uma canção em modo acelerado e capturar uma cópia da faixa de áudio, regravando-a. Trata-se essencialmente do mesmo processo usado na cópia de um CD para um computador.

"Os usuários só poderão executar a música que já tenham comprado e estejam autorizados a executar", disse Monique Farantzos, 34, co-fundadora e presidente-executiva da doubleTwist.

O sistema consegue converter cerca de 100 canções em meia hora. A doubleTwist estima que o truque resulte em cerca de cinco por cento de degradação na qualidade sonora, perda semelhante à registrada na duplicação de um CD. Amigos poderão ouvir as canções enviadas por usuários da doubleTwist mesmo que não tenham adquirido direitos de reprodução sobre elas, disse a empresa.

Representantes da doubleTwist afirmam que a empresa não está permitindo a troca desenfreada de aquivos. "O que nós estamos facilitando é amigos mandando coisas entre si", disse Farantzos.   Continuação...