Co-fundador do Google tem mutação genética vinculada a Parkinson

sexta-feira, 19 de setembro de 2008 11:07 BRT
 

BANGALORE (Reuters) - O co-fundador do Google Sergey Brin afirmou nesta quinta-feira que tem uma alteração genética que aumenta as chances de que ele desenvolva o Mal de Parkinson, uma doença degenerativa do cérebro.

Em seu blog, Brin afirmou que exames de DNA mostraram que tanto ele quanto sua mãe têm a mutação G2019S do gene LRRK2, que é vinculada a raros tipos de Parkinson.

O porta-voz do Google Roli Agarwal confirmou que a nota foi publicada por Brin.

Apesar das exatas implicações dos resultados dos exames não serem claras, Brin afirmou que eles significam que suas chances de desenvolver a doença, em relação a uma pessoa normal, estão entre "20 e 80 por cento dependendo do estudo e de como você mede".

"Isso me deixa em uma posição única", afirmou Brin. "Eu sei logo cedo na minha vida que tenho uma considerável predisposição e tenho agora a oportunidade de ajustar minha vida para reduzir essas chances", disse Brin.

O co-fundador do Google afirmou que também tem a oportunidade de apoiar as pesquisas sobre a doença.

O blog de Brin está em too.blogspot.com

 
<p>O co-fundador do Google, Sergey Brin, em coletiva de impresa para lan&ccedil;amento do navegador de Internet do Google. Ele afirmou na quinta-feira que tem uma altera&ccedil;&atilde;o gen&eacute;tica que aumenta as chances de que ele desenvolva o Mal de Parkinson, uma doen&ccedil;a degenerativa do c&eacute;rebro. Photo by Kimberly White</p>