Histórias em quadrinhos ganham espaço na tela dos celulares

sexta-feira, 20 de junho de 2008 17:12 BRT
 

Por Sachi Izumi

TÓQUIO (Reuters) - Depois de ganhar as telas grandes e pequenas, as revistas em quadrinhos de super-heróis, como o Homem-Aranha ou Super-Homem, logo podem aparecer numa tela ainda menor--a do telefone celular.

Empresários de terno lendo quadrinhos são uma visão rotineira nos trens japoneses, mas eles logo podem preferir os telefones celulares, uma vez que as editoras digitalizam cada vez mais seu conteúdo para faturar com os consumidores mais aficionados por celulares do país asiático.

O lançamento do iPhone 3G da Apple, no dia 11 de julho, pode estimular ainda mais o crescimento desse mercado de quadrinhos no celular, já que a tela sensível ao toque do aparelho facilita e é mais atraente à leitura, afirmam analistas.

Com o número de assinantes de celulares no Japão se aproximando dos 108 milhões, ou 85 por cento da população local, as operadoras estão mirando serviços que vão além da voz, com foco em serviços de conteúdo e transmissão de dados para elevar a receita.

Emails, download de músicas e navegação na Internet já são populares, e analistas esperam que os quadrinhos sejam o próximo grande segmento com o recente aumento no número de títulos para uso móvel.

O nicho de quadrinhos fez o mercado de publicações móveis dobrar no último ao fiscal para 22 bilhões de ienes (204 milhões de dólares), segundo a empresa de Internet e mídia Impress R&D. O tamanho é quase três vezes maior do que o mercado de publicação para PCs. "Até agora, os usuários têm usado intensivamente os celulares para email", afirmou o analista da Shinko Securities, Tomohiko Okugawa. "Agora estão procurando jogos e quadrinhos... essa é uma área que está ficando bem interessante".

O analista Hiroshi Yamashina, do Nikko Citigroup, disse que telas maiores e melhores em novos celulares irão ajudar os quadrinhos a se popularizarem nos telefones móveis.