Google avança nos EUA e cai nos demais países em fevereiro

quinta-feira, 20 de março de 2008 11:15 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A participação do Google no mercado mundial de buscas na Web se reduziu em fevereiro ante janeiro apesar da ascensão da empresa no ranking de buscas dos Estados Unidos, informou um analista do setor de Internet, mencionando dados da comScore.

Os dados mostram que o domínio do Google sobre o mercado mundial de buscas se reduziu um pouco em fevereiro, ante janeiro, com queda de 63,1 para 62,8 por cento em sua participação, informou o analista, que pediu que seu nome não fosse divulgado. Ele acrescentou que a participação do Google no mercado norte-americano aumentou.

O volume geral de buscas realizadas no Google caiu em fevereiro a 5,86 bilhões, ante 6,14 bilhões, de acordo com os dados. O volume geral de buscas mundiais também caiu.

"Continuamos a ver desaceleração no crescimento das buscas", disse Youssef Squali, analista da Jefferies & Co. "O declínio mensal de cinco por cento do Google é um tanto surpreendente, mas todos os grandes nomes das buscas na Web registraram queda."

Os investidores avaliam os dados mensais da comScore sobre buscas à procura de pistas sobre as tendências de crescimento do principal negócio do Google, a publicidade vinculada a serviços de busca, e para determinar se algum dos rivais da empresa está conseguindo reduzir a velocidade de avanço da gigante do setor.

Squali disse que o mercado de buscas na Web parece estar se aproximando da maturidade, e portanto o foco dos investidores começa agora a se dirigir à eficiência de provedores de buscas como o Google na conversão de suas buscas em audiências publicitária paga. Os dados da comScore sobre o crescimento dos "cliques pagos", ou o número de anúncios vinculados a buscas, em fevereiro deve ser divulgado pela empresa aos seus clientes na quinta-feira.

Os dados da empresa mostram que a participação do Google no mercado dos EUA subiu a 59,2 por cento em fevereiro ante 58,5 por cento no mês anterior, enquanto a do Yahoo caía de 22,2 para 21,6 por cento no mesmo período.