Fujitsu vai separar operações de chips

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 14:12 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - A Fujitsu, empresa japonesa de produtos eletrônicos, planeja tornar as operações de semicondutores uma unidade separada. A medida poderia facilitar o caminho para alianças com outros fabricantes de chips.

Uma onda de consolidação no mercado de produção de chips está crescendo, com pesos-pesados internacionais como IBM e Samsung se unindo a outras fabricantes de chips para cobrir os pesados custos de desenvolvimento de produtos.

A Fujitsu, cujos chips são utilizados em produtos desde câmeras digitais e televisores de tela plana a supercomputadores, tem sido vítima da queda dos preços dos produtos e da redução dos lucros.

A companhia espera que a separação da unidade de semicondutores acelere a tomada de decisões nesse segmento, afirmou a empresa em um comunicado.

A Fujitsu deve manter a unidade de semicondutores como uma subsidiária durante algum tempo devido a escassez de compradores, de acordo com o presidente da consultoria de tecnologia J-Star, Yoshihisa Toyosaki.

Executivos de Fujitsu, cujos clientes incluem Canon e Kyocera, disseram esperar que a unidade de chips alcance lucro de 3 bilhões de ienes (28,10 milhões de dólares) no ano fiscal que termina em março, com vendas de 530 bilhões ienes --o que significa margem líquida de 0,6 por cento.

IBM e Samsung têm trabalhado junto com Infineon, Freescale Chartered Semiconductor, STMicroelectronics e Toshiba para desenvolver a próxima geração de chips de 32 nanômetros. (Por Mayumi Negishi e Taiga Uranaka)