Brasil amplia participação nas vendas do Decolar.com

quarta-feira, 23 de abril de 2008 10:04 BRT
 

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil, hoje o segundo país em geração de receita para a agência de turismo online Decolar.com, deve assumir o primeiro lugar até junho deste ano, superando o México, afirmou o diretor geral das operações nacionais da companhia, Alípio Camanzano.

O Brasil respondia por 40 por cento da receita total do Decolar.com no final do ano passado, que atua em mais nove países da América Latina, mas até junho o índice chegará a 50 por cento, segundo o executivo. A receita mundial foi de 125 milhões de dólares em 2007, com crescimento de 70 por cento sobre o ano anterior, enquanto no Brasil o salto na receita local foi de 155 por cento.

Segundo Camanzano, em entrevista à Reuters, "pelo histórico de crescimento do setor de viagens no Brasil, esperávamos que esse movimento (do Brasil superando o México) só acontecesse em novembro", mas o mercado local acabou superando a previsão da própria companhia.

Para ele, o que explica o crescimento mais acelerado em relação aos demais países é o fato de o Brasil "ser mais maduro em comércio eletrônico". Além disso, ressaltou, as disputas de tarifas entre as companhias aéreas na Internet, com promoções que em alguns casos chegam a 1 real para trechos de passagens, "despertam a atenção do consumidor para as compras de viagens pela Web", disse.

As constantes promoções de passagens, aliadas à desvalorização do dólar, "aqueceram bastante o mercado de viagens em geral", afirmou o executivo.

Criado em 1999 por empresários argentinos, o Decolar.com teve 85 por cento do seu capital adquirido pelo grupo norte-americano Tiger, em julho do ano passado.

Os demais 15 por cento continuam nas mãos dos fundadores, mas o novo controlador tem planos de promover uma oferta pública de ações da empresa na bolsa eletrônica Nasdaq até o final de 2009, de acordo com Camanzano.

Para manter os índices de crescimento no Brasil e fazer frente à concorrência com o Submarino, que integra a companhia de varejo brasileira B2W, a Decolar.com promete investir 10 milhões de reais este ano em melhorias da parte tecnológica de seu site.   Continuação...