Empresa do Google lança teste de DNA na Europa

terça-feira, 22 de janeiro de 2008 15:25 BRST
 

DAVOS, Suíça (Reuters) - Uma empresa fundada pelo Google lançou um teste de DNA em rede na Europa nesta terça-feira, na expectativa de ter sucesso como nos Estados Unidos, onde o serviço de 999 dólares passou a ser vendido em novembro.

As co-fundadoras da 23andMe, Linda Avey e Anne Wojcicki, irão exibir os serviços no Fórum Econômico Mundial em Davos, que começa nesta quarta-feira. Os assinantes do 23andMe enviam uma amostra de saliva pelo correio, e de quatro a seis semanas depois, obtém os resultados online, permitindo que saibam sobre suas características, seus ancestrais e, provavelmente com a ajuda de um profissional, algumas das suas propensas a certas doenças.

"Estamos percebendo um interesse muito grande em nossos serviços fora dos Estados Unidos e ficamos felizes em agora oferecê-los ao Canadá e Europa", afirmou Avey. "Esperamos continuar a expansão de nossa marca globalmente para novas unidade no futuro".

O site, cujo nome remete aos 23 pares de cromossomos que compõem o genoma humano, afirma que irá exibir mais de meio milhão de pontos de dados no genoma dos usuários de uma forma que eles possam compreender e visualizar tudo.

Atualmente, o site não faz interpretações sobre os riscos que os usuários têm de desenvolver doenças como câncer, Alzheimer e diabetes, mas eles poderem recorrer à ajuda de especialistas para algumas estimativas.

Mas o serviço pode se provar controverso em países como a Grã-Bretanha, onde alguns especialistas afirmam que os testes de DNA são geralmente de pouco valor e podem acarretar preocupações desnecessárias sobre a saúde.

Christine Patch, membro da Comissão Genética Humana da Grã-Bretanha, disse dois meses atrás acreditar que muitos testes eram um desperdício de tempo e dinheiro.

(Reportagem de Ben Hirschler)