Lenovo duplica ganhos, mas fica aquém das expectativas

quinta-feira, 22 de maio de 2008 09:31 BRT
 

Por Judy Hua

HONG KONG (Reuters) - A Lenovo, quarta colocada no ranking mundial de fabricantes de PCs, apresentou resultados que ficaram aquém da expectativa dos analistas, apesar de duplicar os ganhos no trimestre, à medida em que o desaquecimento da economia americana atingiu as vendas de laptops e a competição com rivais da própria Ásia, como a Acer, se intensificou.

Uma queda nos gastos com computadores pessoais nos Estados Unidos também fez com que a rival Dell Inc. apresentasse resultados abaixo das expectativas, enquanto a maior economia do mundo flerta com a recessão.

Analistas, entretanto, disseram que a chinesa Lenovo, que também compete com a norte-americana HP, poderia ter um desempenho melhor diante de uma presença mais forte no mercado doméstico, onde as vendas de PC cresceram 25 por cento no trimestre, além de sua presença em mercados emergentes.

A Lenovo, que assumiu a divisão de computadores pessoais da IBM em 2005 por 1,25 bilhão de dólares, poderá agora explorar outras aquisições depois de fracassar na tentativa de comprar a européia Packard Bell no ano passado.

Os analistas gostaram do aparente sucesso da Lenovo em manter os custos controlados no trimestre, destacando uma margem bruta de 15 por cento no quarto trimestre fiscal.

"A margem é bastante boa, melhor que o esperado", disse o analista Charles Guo, da JP Morgan.

A maior fabricante de PCs da China registrou um lucro líquido de 120,5 milhões de dólares entre janeiro e março, contra um ganho de 60 milhões um ano atrás, segundo estimativas da Reuters com base em dados de todo o ano.

A empresa completou a venda do deficitário negócio de telefonia móvel no trimestre por 65 milhões de dólares de ganho não recorrente.

A estimativa média de cinco analistas consultados pela Reuters, no entanto, era de um lucro de 129,2 milhões de dólares.