Google tem melhor reputação entre empresas dos EUA--pesquisa

segunda-feira, 23 de junho de 2008 16:06 BRT
 

Por Scott Malone

BOSTON (Reuters) - Os famosos benefícios de que os funcionários do Google desfrutam --de "casulos para soneca" à liberdade dos engenheiros para dedicar até 20 por cento da jornada de trabalho a projetos pessoais que possam gerar novas idéias-- deram ao líder da Internet a melhor reputação entre as empresas dos Estados Unidos, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira.

Por outro, o setor norte-americano de transporte aéreo, que cortou os salários de seus funcionários, elevou os preços das passagens e impôs taxas por serviços que antes eram prestados gratuitamente viu sua reputação despencar, apontou a pesquisa anual Harris Interactive Reputation Quotient.

Em grande parte por sua reputação de bom tratamento aos trabalhadores, o Google conquistou o primeiro posto --que antes cabia à Microsoft, agora em 10o lugar.

"A classificação que eles recebem deriva da maneira pela qual tratam seus funcionários e do ambiente de trabalho que propiciam", disse Robert Fronk, vice-presidente sênior da Harris. "Eles recebem muito crédito por sua responsabilidade social, vinculada também à sua visão e liderança."

O setor de transporte aéreo sofreu problemas de percepção por tratar mal tanto seus funcionários quanto o público, disse Fronk.

A porcentagem de consultados cuja avaliação do setor é positiva caiu a 26 por cento, ante 31 por cento no ano passado. Trata-se da queda mais acentuada entre os 11 setores avaliados.

A pesquisa, que avalia a reputação de 60 importantes companhias norte-americanas e a do setor corporativo do país como um todo, foi conduzida em duas etapas.

A Harris selecionou as 60 empresas em julho e agosto, quando solicitou a 7.105 norte-americanos que indicassem duas empresas que se destacavam por uma reputação muito boa ou muito ruim. Depois, em fevereiro e março, os pesquisadores entrevistaram 20.477 pessoas que avaliaram as 60 empresas com base em 20 atributos, entre os quais apelo emocional, qualidade dos produtos e responsabilidade social.