Número de internautas residenciais sobe 40% e bate recorde

quinta-feira, 24 de abril de 2008 14:42 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O número de internautas residenciais ativos no Brasil subiu para 22,7 milhões em março, maior número já apurado em pesquisa mensal feita pela Ibope//NetRatings desde setembro de 2000, informou a companhia nesta quinta-feira.

O levantamento afirma que o tempo médio de uso residencial da Internet pelo brasileiro também bateu recorde no mês passado, avançando a 23 horas e 51 minutos, duas horas e 56 minutos acima do tempo de março de 2007. A média mantém o Brasil na liderança em tempo de navegação entre os 10 países monitorados pela empresa de pesquisa.

Na medição relativa a pessoas com acesso à Internet em todos os ambientes, que inclui local de trabalho, cibercafés e telecentros, o país se manteve com 40 milhões de usuários, número relativo ao quarto trimestre de 2007.

Em relação à quantidade de usuários residenciais ativos em março, o crescimento foi de 3,2 por cento em relação a fevereiro e 40 por cento maior do que em março de 2007.

"O ritmo de crescimento da Internet brasileira é intenso", afirma o gerente de análise do Ibope//NetRatings, Alexandre Sanches Magalhães. "A entrada da classe C para o clube dos internautas deve continuar a manter esse mesmo compasso forte de aumento no número de usuários residenciais", disse o analista em comunicado à imprensa.

Para Magalhães, o forte crescimento da economia brasileira é o grande responsável para o atual e futuro crescimento no número de internautas. "Estamos vivendo um bom momento econômico, com maior número de trabalhadores com carteira assinada, portanto com maior possibilidade de (...) comprar computador para sua família."

O analista aponta ainda para a queda nos preços dos computadores e no custo da banda larga como fatores para a expansão na base de usuários residenciais.

(Por Rodolfo Barbosa)